Pesquisar este blog

Translate

29 de mai de 2014

Nova bici...velha

Me considero uma pessoa bastante apegada às minhas bicicletas, não por motivos sentimentais, mas pelos motivos econômico-utilitaristas. Quero dizer, com isto, que considero uma bici um bem de consumo durável, ou seja, não costumo troca-lás com frequência e, levo a durabilidade das mesmas e das suas peças e componentes até o seu máximo - inclusive contrariando o bom senso propalado em várias fontes fidedignas quanto à manutenção das mesmas.

Deste modo, apresento como uma exceção esta "nova" bici. O motivo da aquisição é que acabei ficando "sem" a minha antiga bici do dia a dia.

Como isto ocorreu???

Nos últimos 12 meses estive profundamente envolvido com uma série de ações relacionadas a um novo lar, as quais posso resumir  assim:


- Vende imóvel / adquire imóvel / mudança imóvel provisório / projeto de reforma / reforma / mudança imóvel atual.


Bem, foi muito mais complexo do que isso, mas o que vale para a história é a etapa que esta sublinhada. Mudamo-nos para um imóvel provisório pertencente à família, enquanto se procediam as demais etapas. Nesse endereço, passei a utilizar menos a bici, uma vez que as atividades diárias permaneceram nas proximidades do  endereço original. Ainda assim, sempre que possível, fazia uso de bicicletas. 

E, como fosse uma residência com pátio frontal bem cercado, alí deixava ela, atada por cadeado à uma outra, uma Caloi Ceci pertencente à minha esposa... (infelizmente, esta última, recém reformada, não teve registro fotográfico).

Amanheceu um dia, e dei falta das duas bicis!!! Putz!!!! Mesmo tendo uma cera de 2,40 m, rua com vigia 24hs, e cadeado, levaram!!

Enfim, não gastei minhas energias correndo atrás das coisas roubadas, simplesmente não valia o esforço, além disso tinha que me concentrar nas coisas mais importantes em andamento...

Não sou pessoa de desejar mal a ninguém, mas espero, sinceramente, que o chinelo que as roubou esfacele os seus dentes no asfalto numa queda bem ruim...

Então, fato é que isso me deixou sem um boa bici par ir e vir do trabalho. Me virei com o que tinha em casa, tendo utilizado um pouco de cada uma das minhas outras bicis. Porém, não me sentia a vontade com nenhuma delas...

- A monareta, não rendia e era desconfortável

- A Philips, era pequena e o freio insuficiente

- A estradeira, desconfortável para rodar na cidade, em meio ao trânsito

Enquanto isso, providenciei a montagem de algo melhor, com os recur$o$ que tinha em casa (entenda-se, peças velhas e restos de outras bicis, e um quadro de segunda mão). Para tanto, havia adquirido um belo quadro de Caloi Aluminum Supra, lá dos anos 90' (igual este aqui, porém outra cor) - uma beleza ultra resistente que só precisava de uma boa pintura, na qual poderia encaixar os vários restos que tinha em casa. Me faltavam apenas um par de rodas boas e trocadores.

Encaminhei tudo que eu tinha para o Guilherme da Bikeroots aqui perto de casa, e fiquei aguardando o transcurso da montagem.

A meio caminho, ele desencavou essa bike que segue abaixo...

A foto não fez jus à beleza da pintura!!
Contas feitas, apenas pedi para o Guilherme montar umas rodas melhores do que as que estavam na bici originalmente, para ter algo mais resistente e que combinasse mais com a estética desta beleza -  o que foi feito, gerando como resultado esse tratorzinho aí!! 





Trata-se de uma Trek 830, início dos anos 90, Cromoly, made in Taiwan!! Nem preciso afirmar o quanto fiquei feliz com este achado!! É uma bicicleta com geometria levemente mais alongada do que um MTb moderna; já vem com os olhais para fixação de bagageiro e outros acessórios, perfeita para  uso na cidade - tudo que eu precisava!

Câmbio é original; corrente e catraca, novos

Por tratar-se de uma bici com bastante uso, suas peças encontram-se bastante desgastadas. Então, por hora fiz  apenas o suficiente para deixá-la rodando eficientemente. No futuro, quando a $orte vier, pensarei em algumas melhorias mais profundas.


Designed in USA /  built in Taiwan. Está muito suja, ainda.


Selim original, já bem usado


"cockpit" - quase nada original


Não tenho certeza, mas quase, que a suspensão foi adicionada a posteriori


Desafio a quem quiser - encontrar onde está a emenda destes aros...depois tem gente que chama isso de "componentes ultrapassados" 


últimos restos de um protetor de "chainstay"


Essa parte das canelas vai receber algum trato mais adiante...


... "gel" alguma coisa....


Original´s cantilever - freiam muito bem...