Pesquisar este blog

Translate

24 de fev de 2011

O lixo de um homem é o tesouro de outro















Esta estranha peça de mobiliário urbano (sic) é uma lixeira. Uma das 8.000 que a pródiga Prefeitura Municipal de Porto Alegre veio a instalar pela cidade inteira.

OK, OK, antes poucas existiam e a queixa da sua ausência era recorrente entre os cidadãos civilizados da cidade - os que se dão o trabalho de carregar o seu lixo até topar com uma recepiente adequado.

Mas, como na maioria dos municípios, a culpa é da más avaliações técnicas do equipamento a ser instalado, falhas nos processos de licitação (a ridícula lei do menor preço...por exemplo), interesses políticos espúrios e por aí vai.

O Fato é que, tratando-se de mobiliário urbano, e sendo alto o grau de incivilidade dos nossos concidadãos, ao menos uma característica nunca poderia ser relegada ao segundo plano: Ser anti vandalismo.

Outras características como o design e o custo, também são muito importantes, porém de acordo com a minha opinião, se o elemento é durável aos agentes naturais e aos humanos, isso já cumpre 60% da função, além de justificar plenamente qualquer custo a mais que venha a existir. 

Como relatei, a inépcia da PMPA acaba por resultar em atos depredatórios indesejados e a consequente destruição, descaracterização e finalmente, desfuncionalização dos elementos. 

Então, o que sobra da lixeira "kinder ovo", pode ser redesenhado como um ótimo para ciclo, e melhor, sem custos adicionais aos cofres públicos. Confiram nas fotos a seguir, como isso ocorre.


"kinder ovo" vandalizado - sobra um suporte ótimo para prender a bici

Dá para duas bicis, tranquilo
Então, muito em breve haverão 8.000 para ciclos na cidade. Aguardem...

Nenhum comentário: