Pesquisar este blog

Translate

5 de mar de 2009

Terrorismo contra automóveis??

A idéia do título acima me surgiu no deslocamento matinal...tomei a (imbecil) decisão de circular pela Av. Ipiranga aqui em Porto Alegre, tempo suficiente para levar uma "fechada" de um (asno) motorista de automóvel.

Ato contínuo, xinguei o infeliz com todos os argumentos pejorativos e degradantes a respeito da mãe dele, aos quais o FDP não deu amenor bola, provavelmente por que fossem verdadeiros ou o cara surdo mesmo.

Então, fiquei pensando no estresse e em um modo que pudesse ser ao menos divertido (para mim...) de chamar a atenção desse tipo de gente. Isso é o que classifiquei como "terrorismo" e poderia ser efetuado de algumas maneiras, mais ou menos lesivas ao patromônio alheio (e sem danos corporais, o que pode ser o desejo de alguns ciclistas...):

1 - Spray - sair para a pedalada e fixar na bike, em altura abaixo da linha dos vidros dos automóveis, uma latinha de tinta spray, em cor bem chamativa e que se destaque em qualquer pintura. ao ser desrespeitado, o cilcista simplesmente dá uma "carimbada" na lataria do sujeito, coisa que o mesmo nem vai perceber na hora. assim o auto fica "marcado" e esse vira um código para os outros ciclistas saberem que se trata de um FDP. Pode-se pensar em tintas alternativas que não danifiquem a pintura e saiam facilmente.

2 - Bexigas de tinta. Ao sair para o pedal, arme-se com uma cargas de umas 3 bexiguinhas, daquelas de festa infantil, porém recheadas com uma mistura de tinta guache e água, em uma solução mais pastosa e menos aguada - o que certamente não passará despercebido na pintura do mal-educado. a desvantagem é que tem que se ter uma certa habilidade para lançar a dita bexiga...

3 - Adesivos "edukators". Nesse caso é necessário um pouco mais de trabalho, mas julgo que a alternativa é mais civilizada. Elabora-se em casa uma série de adesivos (impressos no computador, etc) com dizeres do tipo "eu quase matei um cilcista", ou "não respeito ciclistas" ou ainda "meu carro pode matar", e estes seriam afixados facilmente na lateral de automóveis que cometessem infrações contra o ciclista. O adesivo ficaria alí até o cara perceber e remover o mesmo. Tempo suficiente para que outros motoristas e até mesmo os familiares do motorista o visualizassem.

Será ilegal? Acho que não e me parece muito mais educativo do que simplesmente xingar as pessoas na rua.

Um comentário:

Marcos disse...

pô... mas jogar tinta no carro do cara é sacanagem... ele vai pagar uma grana pra consertar, e vai sair da oficina louco pra atropelar todos ciclistas que ver pela frente...

os adesivos são uma idéia legal e menos nociva...